VOLTE SEMPRE! NÃO SAIA SEM DEIXAR SEU COMENTÁRIO

A IMPORTÂNCIA DOS GREGOS NA HISTÓRIA DA IGREJA

HISTÓRIA DA IGREJA

Os Gregos

     Tão marcante foi a influência dos gregos para o mundo antigo que alguns historiadores chamam esse período de Período grego-romano, pois Roma governava politicamente, mas a mentalidade dos povos do império tinha sido moldada fundamentalmente pelos gregos.

HISTÓRIA DA IGREJA

       Dentre as grandes contribuições, dadas pelos gregos para a expansão do cristianismo, podemos destacar:

1. A influência dos filósofos - levavam o povo a pensar.

HISTÓRIA DA IGREJA

      A história antiga nos conta que muitos séculos antes da era cristã os gregos já possuíam uma vida intelectual muito desenvolvida, mais do que qualquer outro povo do mundo antigo. Alguns problemas sobre os quais os demais homens nem comentavam ou pouco pensavam, como por exemplo: a origem do homem, a existência de Deus, do bem e o mal,  enfim o que se relacionava com a pesquisa da filosofia era de um especial fascínio para os gregos e era objeto de meditação dos seus filósofos.
        Tais questionamentos abriam a porta da pesquisa e da discussão de muitos valores do cristianismo. Por causa do seu interesse por novidades e busca incessante do desconhecido fizeram  com que a mensagem cristã fosse o centro da atenção dos gregos por muito tempo.


2. O  idioma grego, como língua universal.

História da Igreja

         Outra  grande contribuição ao preparo do mundo para o advento do cristianismo era a disseminação da língua em que o evangelho seria pregado ao ser humano pela primeira vez.
         Nos dias de Jesus a língua mais falada na região da Palestina, era o dialeto grego conhecido como KOINÉ.   Qualquer pessoa que falasse essa língua era entendida em toda a extensão do império.




CONTINUA NA PRÓXIMA POSTAGEM
A IMPORTÂNCIA DOS JUDEUS
 NA HISTÓRIA DA IGREJA

CLICK NA IMAGEM E ACESSE




Print Friendly and PDF
CLICK AQUI PARA IMPRIMIR 

3 comentários:

  1. Prezada Ana Cristina Manhaes agradeço sua visita ao meu blog e venho aqui retribui-la. Parabenizo-a pelos posts, em vista que são interessantes, esclarecedores e que nos despertam para as nuances da fé e dos diversos caminhos da história. Desejo-lhe felicidades.
    Robert Thomaz

    ResponderExcluir
  2. Oi vc deixou um recado em meu blog e vim aqui conhecer o seu!
    Estou curtindo os post, parabéns
    bjus
    Lilian Lima
    www.bloglilianlima.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Quando iniciei minha pesquisa diletante acerca da origem do cristianismo, eu já tinha uma ideia formada que pode parecer esdrúxula: nada de Bíblia, teologia e história das religiões. Todos os que haviam explorado esse caminho haviam chegado à conclusão alguma. Contidos num cercadinho intelectual, no máximo, sabiam que o que se pensava saber não era verdade. Dentro desses limites reina a teologia e não a história. É isso o que a nossa cultura espera de nós, pois não tolera indiscrições. Como o mundo não havia parado para que o Novo Testamento fosse escrito, o que esse mesmo mundo poderia me contar a respeito dessa curiosidade histórica? Afinal, o que acontecia nos quatro primeiros séculos no mundo greco-romano, entre gregos, romanos e judeus? Ao comentar o livro “Jesus existiu ou não?”, de Bart D. Ehrman, exponho algumas das conclusões as quais cheguei e as quais o meio acadêmico de forma protecionista insiste ignorar.

    http://cafehistoria.ning.com/profiles/blogs/paguei-pra-ver

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante pois me dá um feedback e incentiva a continuar.
Sua opinião é valorizada e bem-vinda desde que não use grosserias, palavrões ou qualquer tipo de palavra ofensiva.
Fique a vontade e volte sempre!

SEU COMENTÁRIO É IMPORTANTE!

COMENTE SEMPRE
NÃO SAI SEM COMENTAR!!!

SIGA NO TWITTER


Recomendo

Tecnogospel: Os melhores links evangélicos

PARA MEDITAR

VERIFICAÇÃO DE PALAVRAS

Clique aqui para participar e pegar o banner do Site Tony Gifs Javas

Gostou? Compartilhe

Share